Sobre

Este conclave é dedicado à comunhão com as antigas formas de bruxaria e feitiçaria, aquelas nascidas e brotadas da conexão natural do mundo visível com o invisível, entre mulheres,homens, encantados, plantas, animais e pedras.

A bruxa se sabe parte de uma rede infinita, se sabe atuante e comprometida. Sabe que cada escolha, cada pensamento, cada palavra carrega em si um poder e um compromisso. Seu chamamento é o da floresta onde corre o fluxo de energia primordial. A mata é o lar ancestral, templo de curas e venenos, de revelações e obscuridades, onde nos tornamos unos com a magia dos bosques profundos. Profundos pela profusão e encontro das raízes de tudo que lá vive. Raízes por onde as plantas absorvem a memória orgânica de nosso planeta, pois o solo escuro guarda todas as histórias e poderes de tudo que já ali existiu e se decompôs, a essência de tudo ao longo de eras incontáveis. E plantas são o portal para evocarmos essas memórias que jazem dormentes abaixo de nossos pés e tocam o rio de sangue de nossos ancestrais.

A gente começa pela preparação de nossos veículos, nossos corpos, mentes e espíritos como canais poderosos de conexão e comunicação, para então nos entregarmos ao êxtase desses encontros e esse tecer com outras realidades que fluem constantemente para dentro desta. É preciso abrir nossos olhos, poros, ouvidos e faro sutil, pois o mundo que buscamos é constituído de sutilezas indecifráveis aos sentidos assoberbados por telas, aplicativos, ganâncias e ruídos de nossa vida contemporânea.

Mas para aqueles destinados ou dispostos a essas sutilezas, essa caminhada é o relembrar de algo muito antigo, algo que pulsa, que evoca, que incomoda em sonhos, que acorda cada fibra de nosso ser, nos fazendo sentir mais vivos do que nunca.

O caminho da Rosa nos ensina que, a cada espinho, subimos um degrau rumo à flor, são conquistas e aprendizados na busca de nossa iluminação. Mas os espinhos também existem para barrar quem não é digno ou não está pronto. Os Mistérios não estão à venda e, não se engane, não estão abertos a qualquer um. Temos de nos provar dignos constantemente em uma busca perpétua e trabalhosa de constante transformação pessoal.

Nossa bruxaria não é de fácil digestão ou explicação. É preciso ser vivida e testada por aqueles chamados a esse caminho específico.

 

O Conclave da Rosa e do Espinho teve início em 2015, em São Paulo, Brasil, com um grupo inicial de Formação na Arte da Magia Sagrada, um ciclo com duração de doze meses de estudos tendo em vista a constituição de um grupo de práticas ao final deste tempo. A experiência está sendo muito boa e uma segunda turma deve ser aberta em junho de 2016, com início previsto para setembro de 2016. Essa formação é conduzida por Petrucia Finkler.

2 respostas em “Sobre

  1. Pingback: Nova turma de formação | Conclave da Rosa e do Espinho

  2. Pingback: Nova turma de formação mágica | Elemento Chão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s